É tudo curpa da marvada!

Em uma troca de e-mails entre o pessoal que tem ido ao Pacaembu juntos pra torcer para o Todo Poderoso (isso me inclui), a Maria Carol solta o seguinte depoimento.

***
Em 2004 ou 2005 ou 2003 eu fui assistir um jogo do Corinthians pela Copa Sul Americana, contra um time bem ruim da Bolívia, Peru, Paraguai ou Equador.

Eram apenas 4 mil e poucas pessoas no estádio, pois era uma quinta-feira ou quarta e o jogo começava às 22h10

(olha como eu me lembro com precisão dos detalhes!)

Na época eu estava solteira (vidão! not) e fiquei bêbada antes de ir pro estádio. Muito bêbada. Me perdi dos meus amigos e tentando achá-los, fui parada pela Rede Bandeirantes para uma entrevista.

"O que te traz para o Pacaembu em uma noite fria, para um jogo como este?" A repórter perguntou.

Eu respondi: "Eu quero mostrar meus peitos pro Galvãaaaaaaaaaaaaaaaaaaaao! Eles tem nome! Galvão e Buenooooooooooooooooooooo!" Carol louca aperta os próprios peitos.

A repórter (uma moça loira) falou algo do tipo: "E algum recado pro Luciano do Valle (ou Éder Luis ou Silvio Luiz ou qualquer outro locutor)?"

Eu respondi: "No cuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu"

E fui pra casa. Nem vi o segundo tempo. Nem sei como cheguei em casa.

E meu, eu sou muito mais legal bêbada.

***
Nota do Blog: Só eu acho que álcool sozinho não faria tamanho estrago? Alguém mais acha que foi o lanchão de pernil?

[A publicação deste depoimento foi devidamente autorizado pela fonte.]


4 comentários:

Postar um comentário

 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio