Lado B pela Y

Hoje quem escreve aqui no LADO B é a a Yule, minha amigona do Blog do Corinthians, do Twitter, e de vida real, por que não? Vou tentar sempre convidar blogueiros amigos pra escrever aqui no blog de vez em quando, deixando sempre o tema livre pra falarem do que tem vontade. Assim como a Yu fez. Juro que não pitaquei nem pedi post moral! Enjoy!
***

Eu adoro blogues, mas nem tanto.

E gosto mais dos blogues dos outros do que dos meus. Talvez porque eu deteste a rotina de ter de olhar todo dia para o mesmo layout, as mesmas imagens, os mesmos textos. Ou talvez porque eu me sinta escrevendo para o vazio. E se é pra escrever para o vazio, eu prefiro só pensar. Dá menos trabalho.

Detesto aqueles blogues-cheio-de-coisas tipo anúncio Google e promo-viral de qualquer produto metido a moderninho. E posts super espontâneos sobre aquele novo salgadinho que me mandou um kit-bala-pelo-correio porque sou pop.

Blogues de web celebs, então, passo mal! Ser famoso de Internet é vergonha alheia. Blog nerd é nojinho. Blog cor-de-rosa é tédio. Stand-up blog precisa ter muito talento pra me fazer dar um sorriso discreto.

Eu adoro blogues, mas eles precisam ser bons. Realmente bons.

E aí que eu achei o blogue do Bruno. Um cara engraçado, mas nem tanto. Popzinho, mas nem tanto. Simpático, mas nem tanto. Ácido, mas nem tanto. E exatamente por ser tão legal sem nem perceber, conquistou a minha visita diária.

O lado bom deste blogue é essa pretensa despretensão toda. Ele não tá nem aí pra sua visita, mas adora que você visite. Não tá nem aí se escreve o que você quer ler, mas sabe que você quer ler. Ele não tá nem aí se a piada é sem graça, mas essa é exatamente a graça dela.

E esse é o lado bom do cassete do Bruno.
Se é que ele tem lado.


3 comentários:

Postar um comentário

 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio