Vinho Santo

Há quem diga que vinho é uma coisa difícil de se escolher. Em partes é verdade. Vinho bom é muito fácil de escolher. Você vê a região que é fabricado, a uva que você mais gosta e pronto! Você tem um bom vinho. Já os vinhos "suaves de mesa", aqueles que não tem nome da uva, é docinho, e que brasileiro ama de paixão, esse sim é difícil de escolher. É cada vinho ruim que pelo amor de Deus!

Sabadão foi dia intenso. Serra Negra durante o dia, malhas feias atrás de malhas feias. Aquele monte de roupa de lã que minha vó acharia brega. Passando fome, porque todos os 3 restaurantes que existem no "Circuito das Águas" estavam lotados, um churros de R$2,80, e mil e uma outras aventuras.

À noite, pizza! Antes de ir pra casa onde rolaria a bagunça italiana, passamos comprar vinho. Eu gosto de seco, mas o pessoal gostava do famigerado suave. A Aline, noiva do Danilo, o líder da LadoBLiga, quis de qualquer maneira o tal Sta. Helena branco suave. Ok. Levamos ele e um tal de La Donna.

Na casa do Junior, a bênção. Sim, ele estava lá para nos salvar, nos perdoar de todos os pecados, para nos dar a redenção. O vinho Canônico. O vinho especial para missa!

Ao todo eram oito garrafas de vinho, mas salvavam umas 3 que davam pra beber. A Aline, com vergonha do tal Sta. Helena que era ruim que dói, fez uma batida usando ele, Curaçau Blue, suco de laranja e leite condensado. Mas eu podia jurar que tinha Pinho Sol na mistura. Apelidamos a batida de Hulk.

Depois de sofrer com um tal frisante que tinha gosto de banana verde, o hulk, o La Donna (que era até que gostosa, mas fraca, não dava conta dos peão), e outros, chegou a hora. Júnior, usando um Bon Gouter simbolizando uma Hóstia, nos purificou com o vinho Canônico.

E assim, dormimos quase todos, na sala, vendo um tal documentário da ESPN que o Júnior jurava que apareceriam umas tiazonas falando do Corinthians.

As oito garrafas e o povo super animado.

O Hulk.

O início da purificação.

O Bon Goutóstia.

Amém!

2 comentários:

Postar um comentário

 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio