LSD Dreams IV

Hoje temos colaboração novamente da Luciana, a Lucca, nos contando sobre mais um Psyco Sonho que ela teve. Faz tempo que não tenho sonhos mucho locos como o do camarão gigante. Assim, é bom ter pessoas como a Luquinha por perto, que me substitui durante minha crise holística criativa. Fala aí, Lucca! (Luquinha é dona do blog Chez-Lulu)

***

Vai Serginho! Vai Serginho!

Certa noite, estávamos eu e mais um milhão de pessoas na frente de um edifício aqui em Buenos Aires. Parecia que era o fim de uma festa e todo mundo desceu para se despedir junto (o detalhe é que eu só conhecia duas pessoas daquela multidão) - [ela não disse, mas uma dessas pessoas era eu, o editor].

Houve um momento em que olhei para o outro lado da rua e lá, solitário, caminhava um homem, trazendo consigo flores e uma caixa de chocolates. Para minha surpresa era meu GRANDE amigo, Serginho Groisman, que vinha trajando smoking e sapatos brilhantes. “Comassim” smoking? Sozinho na rua? Carregando flores e bom-bons? ALTAS HORAS da madrugada?

Como se tratava do meu GRANDE amigo, Serginho Groisman, eu o chamei e ele veio até nós. Quando chegou eu perguntei “E essas flores, Serginho?”, e logo ele me responde com aquele sorrisinho meio tímido “São para a patroa.”

Não demoramos muito, porque afinal de contas ele tinha que ir ver a patroa, então me despedi dando-lhe um forte abraço e dizendo “Não posso deixar de dizer isto: FALA GAROTO!”.

Meu GRANDE amigo, Serginho Groisman, se despediu de todos acenando e continuou seu caminho, ALTAS HORAS da madrugada fria de Buenos Aires.

1 comentários:

Postar um comentário

 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio