Pra dizer que não falei de APAGÃO

O ano de 2006 foi o ano dos apagões. Muito bafafá, muita conversinha, aquele papo de fim de mundo, que o sistema estava sobrecarregado, que isso, que aquilo. Fato que nada mudou e a gente tava aí, com energia pra dar e vender. Até ontem.

Bom, voltemos ao ano de 2006.

Putz! Caiu a energia. E agora? E agora que não se tem nada pra fazer. Ou assalta a geladeira, ou joga "Burro Sentado", dominó à luz de velas, ou vai dar uminha à luz da lua, ou pra ser mais chato, vai ligar pra companhia de energia pra ficar pentelhando. Ninguém sabia realmente o que estava acontecendo, como ia se desenrolar a história e tal. Era sentar e esperar.

De volta ao ano de 2009.

PUTA MERDA! Acabou a energia. Bandiputo! Ok, pessoal não chega a se desesperar. O desespero vem depois. Explico:
Acabou a energia, bóra ligar o laptop pra conferir o que está acontecendo e comentar no Twitter que está sem luz. Como o roteador também não funciona, plugamos o celular com 3G no lap e a gente vê que não é só a gente que está sem energia. É o Brasil todo.

Fase do Stand up.
O que a gente faz quando percebe uma oportunidade de piada? Abre o Twitter e começa a despejar infamidades sobre o "apagão" fazendo trocadilho com o Jesus Luz e a Madonna, rimando Itaipu com cu, ou algo mais nerd como "estão distribuindo convites para o retorno da energia", em alusão aos convites do Google Wave e Orkut Novo.

Opa, a bateria!
Chegou o desespero. Você ta ali, tuitando e rodando, alegre, feliz porque conseguiu fazer algumas piadas de sucesso e está sabendo de tudo que está acontecendo antes mesmo que o pessoal de Itaipu e a ANEEL. Até que você olha pro cantinho do lap e vê que a bateria está em 10%. Começa o desespero. Você lembra que não dá pra carregar nada. Fecha quase tudo, diminui o brilho da tela. Mas não adianta. Você tuita "Adeus mundo cruel", e a bateria se vai.

Rivotril na veia.
E agora? O que será de você sem computador? O Celular! Não, o celular também já foi pro saco. Você já leu todos os livros do Dan Brown e Crepúsculo também. O que fazer? Dormir? Mas isso você não está acostumado! Nerd não dorme. Nerd é zumbi por natureza.

Ok, sem muito que fazer você deita na cama e... dorme! No outro dia acorda mais disposto e descobre que você não tem insônia. Só é viciado em computador. Nem precisa levar choques e nem tomar Rivotril. Você é uma pessoa normal sem computador.

Viva o apagão! Viva Itaipu! E vai todo mundo tomar no...


1 comentários:

Postar um comentário

 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio