Cheirando e compondo

Domingão, nada pra fazer, Bruno vai lá, zapear pela TV a cabo. Passa por um canal, passa por outro, nenhuma bacanice pra assistir. Ok, bóra ver clipe então.

Coloquei na VH1. Tava passando VH1 Clássico. Foi aí então que vi o clipe mais bizarro de toda minha vida. Não só o clipe. A música é tão bizarra quanto. Eu nunca tinha prestado atenção na letra de Down Under, do Men at Work. É a coisa mais nonsense que se tem notícia no mundo mundial musical.

Segundo a Wikipédia, "Down Under é uma canção alegre e cômica sobre australianos viajando pelo mundo confiantes das virtudes de seu país e sobre a imposição da cultura norte-americana e européia às belezas naturais de seu país.", mas eu custo a acreditar. Pra mim é algo nada a ver mesmo. Coisa de quem cheirou cola Tenaz e tomou chá de fita de videocassete com algum filme do Sergei Eisenstein.

Confira comigoooo, no rrreplei!



Sente a brisa da letra, agora. Que linda. Quase uma composição do Jota Quest.


2 comentários:

Postar um comentário

 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio