O produto mais caro do mundo

Uma Lamborghini prateada criada para Sheiks de Dubai? Uma casa de veraneio na costa espanhola? Nada disso.

O produto mais sobrevalorizado é o preservativo. É, a camisinha.

Um pacotinho com três camisinhas custa lá seus três Reais. Até aí, beleza, ta dentro (ui!) do preço correto. Mas o problema está no cidadão que as compra. Claro. Porque 90% da população ainda tem vergonha de comprar touca pro careca. Aí o que faz? Pra dar uma disfarçada, compra vários outros produtos junto com as bexiguinhas de malandro. Aí a compra de um pacotinho de camisinhas sai pela bagatela de 30 Reais.

O cidadão fica acanhado de levar só um pacotinho no caixa, porque não quer dar aquela impressão que "vai meter, hein mulecão fafado!". Então ele passa na sessão de perfumaria e compra um shampoo, um sabonete, uma touca de banho, um desodorante E UM PACOTE DE PRESERVATIVO. Ou seja: o caixa vai pensar que você vai meter, mais ao menos vai tomar um banho antes e um depois. Ta aí. Esse cara mete, mas é limpinho.

Isso quando o ser não passa na padaria do supermercado e compra pãozinho, mortadela, tubaína e um PACOTE DE PRESERVATIVO. Ahhh... Aí sim. Ele mete, mas depois oferece pão com mortadela pra repor as energias.

Dicas: Nunca compre margarina e camisinha na mesma compra. O caixa vai pensar "humm, vai rolar cu na manteiga hoje... Pô! Compra KY!". Nem vinagre "humm, isso deve arder". Muito menos Coca Cola "humm, isso deve dar gases".

Aprendam. O caixa ou a caixa sempre vai pensar que você vai meter quando pegar um pacote de camisinha pra passar o código de barras no leitor. Comprando mais coisas junto com o pacotinho anti-filho, você estará só atiçando ainda mais a imaginação daquele que te cobrará o valor devido do produto.

Fica a dica.



1 comentários:

Postar um comentário

 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio