Gastronomia Campinense | Empório Sta. Terezinha

Já disse tempos atrás que daria dicas de maior cidade não capital do Brasil, mas acho que ando em falta com o querido leitor. Na verdade eu odiava Campinas, e assim ficava difícil dar algum tipo de dica. Mas tenho mudado de opinião.

O shopping Dom Pedro, aquele que tem um pinto amarelo gigante em cima da caixa d'agua, não é um shopping lá muito agradável de se passear. Principalmente nos finais de semana, a lotação de aberrações se faz presente. Mas ele guarda, do seu lado de fora, alguns bons exemplares da gastronomia campinense.

O Empório Santa Terezinha é um botecão no estilo banca do Mercadão de São Paulo. Isso porque ele realmente tem sua origem no point do lanche de mortadela. O de Campinas é uma filial, muito maior, mais chique e a única com uma legítima punheta de bacalhau, iguaria da culinária portuguesa, e claro, motivo das mesmas piadinhas dos mesmos caras bêbados.

- Imagina só! "Ô bacalhau! Uma punheta pro rapaz aqui da mesa sete!" hahahahahahaha

As legítimas

Mas não, a punheta de bacalhau não é o melhor prato da casa. Os lanches cortadinhos no prato são demais, e a picanha com farofa mata a pau. Fora os petiscos como provolones desidratados, trilhares de tipos de queijos, azeitonas, salames, etc.


Pra quem gosta de conversar, é o melhor lugar. Nada de voz e violão ao vivo cantando Djavan ou caixinhas de som tocando sertanejo. O lance é mandar um dedo de prosa com os bródi, pedir um chopp Brahma Black e uma punheta pra garçonete para gozar o momento.


1 comentários:

Postar um comentário

 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio