Cinema o caraleo!

Eu sou uma pessoa muito irritável. Muitas coisas me irritam. Coisa de gente rabugenta. Mas se tem uma coisa que me irrita, essa coisa é: Pessoas que falam no cinema.

Você ta ali, pagou caro pra caraleo pra assistir o filme, porque cinema hoje em dia só rola em dia que você deixou de pagar o almoço e a janta pra juntar a grana. Aí senta um casal nas redondezas da sua poltrona e começam a conversar. Mas não só conversar. Começam a comentar o filme, DURANTE o filme. A mulher ou o cara sempre são experts em cinema. Aí um quer explicar pro outro todas as técnicas, ou toda a história relacionada ao filme. E você?

VOCÊ SÓ QUER ASSISTIR A PORRA DO FILME TRANQUILO!!

Aí de repente sua poltrona leva um solavanco pra frente. Você pensa que foi um dobermann raivoso que colidiu com a sua poltrona, mas não. Foi o casal legal que te deu um chute mesmo. Cada cruzada de perna é um chute na sua poltrona. Pedir desculpa? Que nada!

Mas pior que casal 'legalzudo' é grupinho de adolescentes. Ahhhh esses são 'legalzudos' pra caramba. Eles ficam o tempo todo fazendo piadinha, rindo igual umas hienas que cheiraram cola e ainda fazem guerrinhas de pipoca, etc. Eu admito que muitas vezes já visualizei eu os matando um a um com requintes de crueldade, tipo arrancando pedaços com um alicate de unha ou uma caneta BIC na jugular.

Isso quando o casal na sua frente decide realizar todas as fantasias sexuais deles. Você tentando prestar atenção no filme e o povo só nos barulhos de beijos, zíperes e etc. GET A MOITA minha gente! Drive-In é CINCÃO, pô!!

Aí no meio daquela cena tensa do filme, TOCA O CELULAR. Que beleza. Não basta antes do filme passar aquele filminho bonitinho com as pipoquinhas saltitantes, com o celularzinho se desligando. Não basta. Tem que o feladaputa deixar o cel ligado, e o pior: ATENDER! - Aí ele começa a falar como se ninguém estivesse ouvindo "Depois eu te ligo, to dentro do cinema, tal... ah é? Meniiiiiina! JURA?!.." - Neste momento minha imaginação entra em funcionamento novamente, pegando o celular enfiando na boca do(a) sujeito(a).

Pois é. Eu acho que não sirvo pra ir ao cinema. Eu sou rabugento demais pra isso. Quero uma sala de cinema só pra mim. Vou fazer isso na minha casa, é isso!


2 comentários:

Postar um comentário

 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio