Procura-se!

PROCURA-SE POODLE
Atende por "Ju"
Gratifica-se
Criança doente

Foi isso que eu li, logo cedo, vindo aqui pro trabalho, em uma faixa fixada entre postes.

Todo anúncio de "Procura-se" de animais perdidos sempre tem um "criança doente" junto. É tipo ator principal e ator coadjuvante. Ta ali só pra fazer o principal brilhar mais.

Mas pensem comigo. Imaginem o que esse cachorro sofria, aguentando aquele ser ranhento? A criança deveria ser o capeta! Carregava no colo o tempo todo, puxava o rabo, colocava roupinha, lacinho, óculos. Aí a mãe da criança leva pra tomar vacina, tosar, passar talquinho...

Esse cachorro, agora, deve estar feliz. Num mato sem cachorro, meio cachorro caído de mudança, perdido por aí.. alimentando-se de restos, mas... SEM CRIANÇA RANHENTA!

Nada como curtir uma mijadinha no poste. Um olho remelento sem ter dono pra ficar passando lencinho umedecido com cheiro de bunda de neném.

E a adrenalina de atravessar a rua sem coleira? Cara, Não é atoa que morrem tantos cachorros assim. E pior que a gente nem pode chamar eles de burros porque tem tanto tonto que sobe o Everest e morre... Isso sem ter que atravessar a montanha pra chegar a algum lugar. Cachorro ainda atravessa a rua porque tem que atravessar, ou coisa assim. Agora pra que atravessar o Everest? Pô, sei lá. Tem louco pra tudo.

Mas atentando-se ao mundo cão. Pior que esses anúncios de "Procura-se", só anúncios de "Procura-se" com foto!


1 comentários:

Postar um comentário

 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio