Protestos pelo Brasil. O Resumo


"Não é só por 20 centavos" e "É por tudo que está aí" são frases que resumem bem o que aconteceu no Brasil nos últimos dias. Muita indignação e pouco foco. Não que isso seja ruim. Como tudo nessa vida, tem os dois lados. O bom foi a população mostrar que não é tão "vaquinha de presépio", que está cansada da situação cada dia pior do nosso país. O mal é constatar que até em horas como essas, o que se sobressai são os aproveitadores. Sejam eles pra ganhar dinheiro de forma indireta com as manifestações ou simplesmente os saqueadores e vândalos de plantão. 

A falta de foco e de uma liderança consistente fez com que os protestos pelo Brasil começassem a perder força, e dar lugar à sindicatos e grandes corporações. Ou você acha que os protestos parando rodovias por conta de pedágios foi coisa da população? Os pedágios no estado de São Paulo são realmente abusivos, mas analisando as praças que aconteceram os protestos, fica claro e evidente que interessava somente às empresas de transporte rodoviário.

Os protestos contra a Copa do Mundo foram mal direcionadas. É como cobrar virgindade de alguém que já está grávida. O protesto deveria ser voltado ao governo, e não à Copa em si.

Os jovens que saíram às ruas, muitas das vezes, estavam mais preocupados em fazer "cartazes divertidos" que em protestar realmente. Até aí, melhor uma manifestação engraçada que uma violenta. O recado foi dado. E os governos se mexeram. Algumas conquistas, poucas, mas conquistas. O preço da passagem de ônibus recuou em várias cidades ou simplesmente não aumentaram. A pressão por uma reforma política veio a ajudar a presidente Dilma, que tem grande dificuldade de comunicação em seu governo, a pressionar a politicagem para que a reforma saia. Mas anda se perdendo. A ideia do plebiscito ainda é uma incógnita que é aprovada e desaprovada em questão de segundos em Brasília. 

Os próximos meses serão decisivos para se poder compreender o que aconteceu com o Brasil. As consequências no desenrolar das ações políticas do momento é que vão carimbar se "tudo isso que tá aí" vai entrar para os livros de história do Brasil. Do contrário, só vai ser assunto por alguns meses "de baderna" e esquecido com o tempo.

A esperança é a última que morre. Espero que o Brasil tenha, sim, jeito.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio