102 anos. Vai, Corinthians!



Li hoje no Twitter de uma torcedora do Palmeiras o seguinte:
"Vou confessar que acho tão legal a paixão dos corinthianos pelo Corinthians que dá vontade de ser corinthiana. E isso é sério."
Creio que depois dessas palavras, nenhuma outra precisa ser dita. São 102 anos de vida, de devoção da torcida, de momentos fantásticos, história rica e muito amor, sofrimento e lágrimas de alegria e de tristeza. 30 anos da minha vida, quase 31. Muitas das maiores emoções da minha vida eu devo à este clube.

1977 ainda é o ano mais importante da história do alvinegro. Basílio ainda é e sempre será o ser mais louvado pelo corinthiano, mas o primeiro ídolo que eu tive foi Neto, nosso camisa 10. Nosso primeiro ídolo gordo. Primeiro, porque tivemos Ronaldo, o "Gordo", como era chamado carinhosamente pela massa fiel. Eu vi vários gols desse gordo de dentro do Pacaembu. Isso eu nunca vou esquecer na minha vida. Chorei com o título da Libertadores. Vi gol de muro, vi gol com chapéu, vi gol chorado, vi gol no último minuto, vi sofrimento, vi Corinthians.

Parabéns pra vocês que não comem alface porque é verde. Parabéns, corinthianos, pelos 102 anos de Corinthians!
























 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio