[Análise] Corinthians 1 x 0 DVD


O Corinthians adicionou mais um capítulo no DVD do Internacional ontem no Pacaembu. DVD esse que está cada dia mais repleto de vitórias e títulos em cima do colorado gaúcho. Mas a vitória de por 1 a 0 mostra bem como foi o jogo.

Com os dois times repletos de desfalques, o jogo ficou truncado no meio campo. Muito disputado, porém pouco efetivo. Chances de gol foram quase nulas. Na zaga do Inter, Nei tirava todas. Do outro lado, Cássio nem precisava ter entrado em campo. Só serviu para bater tiro de meta, já que todas as bolas que chegavam ao estreante Rafael Moura acabava em impedimento ou falta de ataque.

O Corinthians, mesmo sem Paulinho, impunha seu ritmo de jogo. Isso mesmo, aquele mesmo domínio sem objetividade de sempre. William Arão (pasme) fez ótima partida e foi, senão o melhor, um dos melhores em campo. Douglas mostrou vontade, mas não construiu absolutamente nada. Danilo muito mal na partida. Adilson, coitado, não tem culpa de terem acreditado no futebol dele. É muito fraco. Já Martinez, esse sim, mostrou que pode ser titular do time. As melhores jogadas individuais e que criavam algum perigo ao Inter saíam de seus pés. Bem também entrou Giovanni, garoto da base campeã da Copa São Paulo desse ano. Denner, também da base, entrou no finalzinho, sem nem tocar na bola. Zizhao mais uma vez só esquentou o banco, apesar da insistência da torcida em pedí-lo em campo.

O gol acabou saindo da cabeça do nosso zagueiro, artista plástico, modelo, escritor e, segundo a @corinthiana (Nayara), casável, Paulo André, escorando depois da única bola parada batida por Douglas.
Aliás, não dá pra se animar com o "Seo Boneco" do Parque. Douglas começou bem como titular depois da saída de Alex, mas foram apenas três jogos. Depois caiu no mesmo mar de limbo que seu futebol se encontrava antes.

Apesar de tudo, o Corinthians fez uma partida razoável o suficiente para sair do Pacaembu com os três pontos. Resta saber quando o Corinthians voltará a ter um time completo e entrosado. O Mundial não está tão longe assim. Domingo temos o Santos na Vila e depois o São Paulo no Morumbi. Se isso não for o caso de seis pontos garantidos, não encontro outra oportunidade.

Vai, Corinthians!

 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio