O mundo em preto e branco

Eu sei, o Corinthians foi campeão mundial já faz mais de duas semanas. Mas quem disse que eu conseguia  escrever alguma coisa a respeito? Não dava. E talvez ainda não dê.

Olhando minha análise do time no início do ano, dá pra ter uma ideia do que nós corinthianos esperávamos do time. Cássio era um mero desconhecido.

Começo de ano focado na Libertadores, o Paulista fica de lado, só se fala na competição sulamericana. Vem a taça. O Corinthians é campeão invicto da América em cima do Boca Juniors. Que corinthiano poderia imaginar? Bem, eu poderia.


Foi exatamente isso que eu postei no Twitter no dia 11/01/12. Claro que não sou vidente, mas pela postura do time, da forma consistente que vinha jogando, deu a mim a confiança pra dizer isso.

Na Libertadores, alguns momentos foram cruciais pra mim. Como pelo Paulista, quando com uma falha grotesca de Julio César, Cássio foi relacionado como titular para o jogo do Emelec. Pegou tudo e cravou seu lugar.

MOMENTO 1 - Cássio e sua envergadura de um pterodáctilo.


MOMENTO 2 - Gol do Paulinho contra o Vasco, e o abraço no torcedor. De marejar os olhos.


MOMENTO 3 - Gol de "pq fas iso romarino" calando La Bombonera.


MOMENTO 4 - Emerson Sheik vs. Caruzo - Nosso Rei da Catimba.


O restante do ano foi de preparação para o Mundial do Japão. Mesmo assim, fazendo a torcida passar raiva muitas vezes durante o Campeonato Brasileiro (usado como treino, diga-se de passagem), com Sheik calçando as Havaianas, assim como muitos outros, com venda de jogadores importantíssimos como Leandro Castan, que foi fantástico na conquista da América, o Corinthians ainda fez uma ótima recuperação no Brasileirão, fazendo a segunda melhor campanha do returno.

Aí veio o Mundial. Ah... meu amigo. Que coisa mais linda. Que coisa maravilhosa. O que essa torcida fez, o que o time fez, o que a nação corinthiana fez nesse mundial, não tem palavras que descreva.

Primeiro, a invasão do Aeroporto na despedida do time embarcando para o Japão.


A recuperação relâmpago de Paolo Guerrero, com um excelente trabalho da comissão técnica e da força de vontade gigantesca e heróica do peruano, que o fez atuar sem limitações no primeiro jogo contra o Al Ahly e fazer, de cabeça, o gol da vitória que eu escutei na voz de Everaldo Marques, da Rádio Estadão/ESPN, já que estava já sem unhas no trabalho, sem poder ver o jogo.

Rádio Estadão ESPN - Everaldo Marques



Difícil mesmo foi esperar quatro dias para a final contra o Chelsea, que vinha de uma vitória categórica em cima do Monterrey, do México. Tensão, meu amigo. Tensão.

A torcida do Corinthians tomou o Japão.



Domingão chegou. Deixei a amada no colégio que ela faria prova de concurso público e parti para a casa de alguns amigos que sempre estiveram comigo nos momentos de Corinthians.

Meu amigo, que jogo. Jogo fantástico! O Corinthians foi maiúsculo como sempre, se impôs, jogou muito! A história todos sabem, mas Deus sabe como o meu coração bateu aquele dia. Foi simplesmente extraordinário. Cada defesa do Cássio, cada dividida do Jorge Henrique, cada dominada do Paulinho. Tudo foi maravilhoso naquele dia.

Até a cara de merda do Fernando Torres no fim foi coisa linda de Deus.

- Chatiei.

E a defesa de Petr Cássio seguida de air guitar com a chave?





Paolo Guerrero mandando bem demais na entrevista depois do jogo, afinal o time jogou mesmo "pra caralho"!



Enfim, maravilhoso. Vale a pena curtir os melhores momentos desse jogo pra eternidade.



2012 foi um ano mágico para os corinthianos, e junto com 1977, o ano mais importante de sua história.
E como eu comemorei. Foi tríplice coroa. Libertadores, Mundial e os porquim na segundona. Que beleza.

Será que tem como ser melhor em 2013?

Será?



Um feliz 2013 pra todo torcedor alvinegro, dos que viajaram o mundo atrás do Almighty, pro que sofreu em casa, gritou na sacada, andou de carro desfilando a bandeira do nosso Corinthians. 

Que 2013 seja ainda melhor. Como? Ser corinthiano já é certeza de um ano bom, porque não nos importa vitória ou derrota. Nos importa ser corinthians!

VAI CORINTHIANS!


4 comentários:

Postar um comentário

 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio