O poder da mentira

Hoje é dia de colula Ronelítica no Lado B. Quem escreve é nosso Rei Zulu, o Black Peter Parker, Roniel Felipe.

***

Richarlynson é mais macho que Chuck Norris
Maluf é tão santo quando o Daime
O PT não tem corrupção
Israelenses e Palestinos vivem em paz
BBB é um ótimo programa educativo
A sobrinha da Gretchen perdeu a virgindade diante às câmeras

Enfim...

Mentira é mentira. A estória diz que os mentirosos tendem a ter seus narizes aumentados. Quem mente, fica com o nariz do Gérard Depardieu. Mas como confiar na estória se ela é escrita com E? História de macho e verdadeira é grafada com H. H de homem, mas aí temos um problema. A religião mostra quão mentiroso o homem é.

Bem antes de manipularmos resultados de reality shows, já contávamos cascatas. Adão tentou ludibriar Eva. A enganação rolou até a Cobra do Mal endiabrada entrar na história e contar uma bela mentira para o primeiro homem da história (estória, caso você seja ateu).

Por fim, tudo deu no que deu. Trabalho, horas extras, reuniões, chefes e seus mentirosos puxa-sacos.

Ah, você acredita que a Bíblia é uma mentirosa? Ok. Não vou entrar nesse ponto. Outro ponto interessante é que a mentira evoluiu como a liberdade na Coréia do Norte. Mentira é um termo que ganhou outros nomes como meia-verdade, meia-mentira e semi-mentira, essa última muito usada por maridos que fazem cerão toda sexta-feira com aquela secretária cheia de celulite, a Creuza.

A tecnologia só aumentou a falácia entre os seres humanos. “Sou loura como a Scarlett Johansson, tenho olhos da Letícia Sabatella, a bunda da Cacau do BBB, a inteligência da Marília Gabriela e o melhor, sou lésbica e tenho uma irmã gêmea”, me disse uma menina que encontrei nesses papos virtuais.

Esse é apenas um exemplo. Mentir já faz parte. Até mesmo aquela frase que diz que “uma mentira contada mil vezes torna-se uma verdade” é uma mentira, pois a frase original, proferida por Joseph Goebbels, pai da propaganda nazista não era bem assim, mas ironicamente tornou-se uma verdade quase absoluta, um clássico da cascata.

Caros amigos, agora é hora de falar um pouco da verdade. A verdade está lá fora, mas até hoje não a encontramos: Nos EUA, de Bush, nem pensar. Na China, de Tsung, ainda menos. E não me venha você, amigo socialista dizer que a verdade tem morada em Cuba do querido Fidel.

A verdade é que a verdade não existe. E tudo que vivemos é uma verdadeira Matrix, afinal não dá pra acreditar que Serra e Dilma não estão fazendo campanha e que nesse momento existem crianças morrendo de fome, sonhos sendo destruídos pela guerra e alguém colocando a nossa grana no bolso esquerdo da cueca. Talvez seja por tantas inverdades verdadeiras a mentira tenha-se tornado tão necessária ao homem (e a mulher que some com o cartão de crédito do marido também). As coisas não eram pra ser assim, mas são. Aproveite o dia. E aproveite para pregar algumas boas peças. Vá ao seu Orkut ou Twitter e afirme que está grávida ou diga que será pai. Deixe a frase por alguns dias e verás o poder da mentira.

Depois não venha me reclamar do tamanho do seu nariz. Dizem que o preço da mentira é o inferno. Foi Gérard Depardieu, narigudo que só e vestido de Elke Maravilha que me disse. Eu juro de pés juntos! Viva as suas verdades, porque 90% das verdades alheias têm um pouquinho de mentirinha. Afinal, errar, mentir e contar uma vantagenzinha é coisa do homem.

Menti?


0 comentários:

Postar um comentário

 

Autores

Minha foto

Corinthiano Apostólico Romano, trabalhador do petróleo brasileiro, empreendedor da Santa Querupita Clothing Co., fotógrafo, corredor, mountain biker, Lu Patinadora e apaixonado pela Ilanna.

Apoio